//for don't appear more videos in youtube

novembro, 2020

20nov20:3021:20Mil palavras por dia20:30 - 21:20

Ver Mais

Detalhes do Evento

24ª Mostra de Teatro de Almada

Mil palavras por dia

A Lagarto Amarelo/ENTREtanto Teatro

Teatro . M/12 . 50′

20 NOV SEX 20H30 

A Lagarto Amarelo sediada em Almada surgiu em 2009. Tem como prioridades a concepção e produção de âmbito teatral e a criação de parcerias com outras entidades culturais, fomentando a troca de conhecimentos tentando assim facilitar a realização dos projetos. Iniciou a sua actividade em parceria com A Gato que Ladra com o espectáculo “A Transformação”, ironia sobre a obra “Metamorfose” de Franz Kafka; Varazim Teatro com o espectáculo “O Estrangeiro”, de Albert Camus; GITT no âmbito do seu 40º Aniversário, com espectáculo “O Bife” de Jack London; Academia Almadense com o espectáculo “O Conto da Ilha Desconhecida” de José Saramago e em 2019 iniciou parceria com O ENTREtanto TEATRO com o espectáculo “A Estrada”, de Jack London.

O ENTREtanto Teatro estrutura com 26 anos de atividade sediada em Valongo, teve sempre a preocupação de não se encerrar em si mesmo, já co-produziu espectáculos com várias companhias nacionais e internacionais: A Lagarto Amarelo, Trigo Limpo – Teatro ACERT, SEIVA Trupe, Be-dom, Estaca Zero, Teatro CASA (Salgueiro-Brasil), Remo Produções Artística (Recife-Brasil) e Cia. Melodramática – São Paulo (São Paulo-Brasil). A companhia sempre esteve aberta a outros encenadores nacionais e internacionais: António Capelo (Portugal), Quico Cadaval (Espanha), Denis Bernard (Bélgica); Teresa Aline (Brasil), Gabriel Villela (Brasil), Leonardo Brício (Brasil), Pompeu José (Portugal), Igor Gandra (Portugal), Hugo Villavicêncio (Peru), Rita Lello/Maria do Céu Guerra (Portugal) e Cláudia Negrão (Portugal). E organiza A Mostra Internacional de Teatro – ENTREtanto MIT Valongo, com 23 edições realizadas, levando aos palcos de Valongo espetáculos da Alemanha, Argentina, Bélgica, Brasil, Cabo Verde, Espanha, França, Guiné-Bissau, Holanda, Inglaterra, Itália, Moçambique, República Checa, Suíça, Polónia e Portugal.

Texto:  “Mil palavras por dia” a partir de Jack London; Encenação: Júnior Sampaio; Interpretação:  Cláudia Negrão, Fernando Jorge Lopes; Cenografia: Hugo Migata, Pedro Silva; Desenho de Luz: Paulo Santos; Desenho de som: Tiago Inuit; Figurinos: Catarina Martins, Júnior Sampaio; Produção executiva: Paula Coelho; Produção: A Lagarto Amarelo e ENTREtanto Teatro; Agradecimentos: Marcial Pinto, Sandra Martins, Academia Almadense e Teatro Extremo.

Hora

(Sexta) 20:30 - 21:20

X